Sobre Jonga Werther

Jonga Werther ou João Werther Filho ou Werther ou simplesmente Jonga – ufa! – trabalha com computadores desenvolvendo softwares e sistemas há mais de 30 anos. Já trabalhou em diversas empresas programando desde Cobol, passando por Basic, Pascal, Clipper, Delphi, PHP, etc. até Java, que é, no momento, sua tecnologia preferencial para construção de softwares.

Atualmente possui sua consultoria/empresa, a Desenvolva Tecnologia em Sistemas, criada em 2009 e que possui muita credibilidade no mercado que atua (desenvolvimento de software e qualidade de software). Mais detalhes da empresa em www.desenvolva.info.

Além de empresário na área de TI, Jonga também é professor universitário na área de computação, com mais de 10 anos de experiência no ensino em diversas faculdades, seja na graduação ou na pós.

Em paralelo a isso, é um grande fã de esportes em geral, principalmente futebol e artes marciais, destacando o judô, esporte que ele pratica com afinco e regularmente há mais de 40 anos. Conseguiu até a façanha de ser campeão brasileiro de veteranos na última competição (2016) 😀 .

Jonga possui naturalmente hábitos noturnos – tanto para trabalho como para lazer  – facilitando sua afinidade com bares e boemia. Mas sempre com muita responsabilidade 😉 .

Aproveitando essa afinidade com bares, Jonga resolveu montar um bar onde ele mesmo era o principal barman, graças a um curso de formação para barman feito no SENAC. Foi proprietário do Jonga´s Cocktails durante cerca de 4 anos na década de 90, onde aprendeu muita coisa, principalmente com os erros cometidos

Recentemente, como não podia deixar de ser, voltou a esse ramo de atividade, montando com sua família um pequeno restaurante especializado em comida nordestina.

Graças a toda essa experiência, ele finalmente conseguiu realizar um antigo sonho ao construir uma solução efetiva e inovadora para bares e restaurantes. Ele acredita que a solução e-buteko, além de atender plenamente às necessidades de um dono de bar ou restaurante (inclusive o dele mesmo), pode mudar o conceito da gestão de estabelecimentos do gênero, principalmente se tiver o apoio e contribuição dos principais interessados, que são os donos dos bares e restaurantes.